jusbrasil.com.br
12 de Agosto de 2022

Direito de Imagem

Olga Câmara, Advogado
Publicado por Olga Câmara
ano passado

De início, sabemos que a imagem é a identificação de alguém na sociedade, sendo dividida em retrato (características fisionômicas), atributo (características psicológicas) e voz (timbre sonoro).

É um direito protegido constitucionalmente, porém é limitado, pois a proteção só é garantida quando atingir a honra ou quando houver exploração comercial da imagem.

É importante frisar que na hipótese de exploração comercial da imagem, a Súmula 403 do STJ prevê que o dano é presumido, ou seja, não precisa de comprovação.

Além disso, temos que deixar claro que o direito de imagem pode ser flexionado em algumas situações, ou seja, situações que não geram danos, quais sejam:

1- Função Social: A imagem pode ser utilizada quando for para a administração da justiça ou para a manutenção da ordem pública.

2- Autorização tácita: É aquela em que você se encontra em local público e tiram uma foto sua.

3- Pessoas Públicas: Ou seja, os famosos e as pessoas que lhe acompanham.

Por fim, muitos se perguntam acerca da proteção de imagem de gente morta. Pois bem, aqui, a proteção não é com relação ao morto, mas sim ao cônjuge, companheiro, ascendentes e descendentes.

Olga Câmara
OAB/PE 49.690

Informações relacionadas

Marcelo Barça Alves de Miranda, Advogado
Artigoshá 9 anos

Proteção post-mortem envolvendo os direitos da personalidade

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 16 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp XXXXX RJ 2003/XXXXX-3

Leonardo Felipe Pimenta de Paoli, Advogado
Artigosano passado

Descubra hoje mesmo o que fazer se utilizarem a sua imagem na internet para fins comerciais. O segredo está no final do artigo!

Lucas R Vital, Advogado
Artigoshá 3 anos

Direito de Imagem

Lara Arantes, Advogado
Artigoshá 4 meses

Direito à Imagem

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)